quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

2011 no Museu do Vinho!


 ATIVIDADES TEMPORÁRIAS - 2011

JANEIRO
FEVEREIRO
MARÇO
ABRIL
MAIO
JUNHO


***


- Curso de Degustação: 09/02
- Exp. Temp. Arte Egípcia.
Inicio: 08/03.

- Curso de Degustação: 16/03
- Exp. Temp. Arte Egípcia.
Termino: 10/04


- Curso de Degustação:13/04
- Exp. Temp. Guerra do Contestado.
Inicio: 10/05

- Seminário Museu Interdisciplinar
Data: 16 a 20/05

- Curso de Degustação: 25/05

- Exp. Temp. Guerra do Contestado.
Termino: 12/06

- Coreto em Movimento
Data: 19/06.

- Curso de Degustação: 16/06
JULHO
AGOSTO
SETEMBRO
OUTUBRO
NOVEMBRO
DEZEMBRO
- Exp. Temp. História em quadrinhos.
Inicio: 12/07

- I Fórum de Museus Municipais de SC.
Data: 21, 22 e 23/07.

- Curso de Degustação: 27/07


- Exp. Temp. História em quadrinhos.
Termino: 14/08


- Curso de Degustação: 24/08
- Pintando a Casa.
Data: 04/09

- Exp. Temp. Pioneiros da Uva e do Vinho
Inicio: 10/09

- Uma de muitas histórias:
Data: 18/09

- o seu muSEU.
Inicio: 27/09

- Curso de Degustação: 21/09


- Exp. Temp. Pioneiros da Uva e do Vinho.
Termino: 09/10

- o seu muSEU.
Termino: 27/10.

- Curso de Degustação: 19/10
- Exp. Temp. Presépios em Miniatura.
Inicio: 15/11

- Coreto em Movimento
Data: 06/11

- Curso de Degustação: 16/11
- Exp. Temp. Presépios em Miniatura.
Termino: 18/12.

- Curso de Degustação: 14/12

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Museu do Vinho Triplica o número de visitantes em 2010.

A exemplo de todo o setor turístico e cultural de Videira, o Museu do Vinho Mário de Pellegrin está fechando 2010 com resultados extremamente positivos. Neste ano, o Museu aumentou sua média de visitação de 90 visitantes para 500 visitantes ao mês. “O Museu do Vinho está fechando o ano com mais de 5 mil visitas. No ano passado, antes da revitalização, foram 1.700 visitas. Quase triplicamos o fluxo de visitantes”, comemora o secretário de Turismo e Cultura – Clemir Schmitt.
A coordenadora o Museu do Vinho – Caroline Martelo, explica que o crescimento no fluxo de visitantes é resultado de uma série de ações adotadas pela Prefeitura e a Secretaria de Turismo e  Cultura, neste ano. Ela aponta como iniciativas, a abertura do Museu nos finais de semana, a criação da Lojinha do Museu em parceria com a Sociedade Amigos do Museu, a reorganização da exposição de longa duração com novos mobiliários, o início da reforma da Casa Canônica com troca das madeiras deterioradas, colocação das calhas e pintura externa, além da realização do Projeto Coreto em Movimento, que foi criado visando a revitalização da praça em frente ao Museu. “Com o Coreto em Movimento promovemos apresentações artísticas nos finais de semana e estimulamos os turistas e a comunidade a visitarem este espaço de memória, de forma prazerosa”, ressalta Caroline, lembrando que em 2010 o Museu também ganhou logomarca própria, escolhida  através de um concurso.
No total, em 2010, o Museu do Vinho promoveu 8 exposições temporárias: “O Essencial”, “Museu da Rondinha, contando a história de Videira” e “Cenas Urbanas da fotógrafa Sandra Baldo” , “As Melodias do Vinho” , montagem da exposição “Uma viagem a terra do gelo” do médico Edilberto Rossarola Chukst,  “Do flagelo ao desenvolvimento: o nascer do bairro Vila Verde”, Pioneiros da Uva e do Vinho , Exposição Vinho em Destaque e a montagem e acompanhamento da Mostra de Instrumentos de Tortura Medieval; Já o Projeto Coreto em Movimento trabalhou com quatro temáticas: 1º Edição: Uma tarde para melhor idade, 2ª Edição: Exposição de carros antigos,  3ª Edição: Ritmos Brasileiros e a 4ª Edição: Brincadeiras .
Para o próximo ano, o secretário de Turismo e Cultura – Clemir Schmitt aponta que a Prefeitura já está trabalhando para a implantação de outros projetos. Entre eles está a instalação de uma Sala Interativa no Museu do Vinho Mário de Pellegrin – o projeto já está em andamento junto ao Ministério do Turismo e a Caixa Econômica Federal; Também deve se concretizar o projeto de digitalização do acervo fotográfico do Museu , através de uma parceria entre o Instituto Federal Catarinense (ICF – Campus Videira)  e a SAMUVI.

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

CURSO DE ANÁLISE SENSORIAL DE VINHOS E ESPUMANTES - PARTICIPE!

A Sociedade Amigos do Museu do Vinho informa que estão abertas as inscrições para o Curso de Análise Sensorial de Vinhos e Espumantes no Museu do Vinho Mário de Pellegrin.

O curso tem por objetivo apresentar à público geral, as características que devem ser observadas e desejáveis para análise sensorial de sucos, vinhos e espumantes. Possibilitando ampliação do conhecimento e desenvolvimento da sensibilidade visual, olfativa e gustativa, como forma de valorização da melhoria de qualidade dos produtos da região, para difusão e fortalecimento do turismo pelo potencial de produção da região.

Data: 09 e 10 de fevereiro de 2011.
Horário:19h às 22 h
Valor: R$ 20,00
Local: Museu do Vinho Mário de Pellegrin
Rua Padre Anchieta, 344, Bairro Matriz


Obs. Para grupos de turismo o agendamento deve ser feito com antecedência. Sendo que o tempo de curso é de 2 horas. 


Para maiores informações ligue: (49) 3566-6133 ou 3566-1534.


PARTICIPE!

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Encerramento Mostra de Instrumentos de Tortura Medieval

Encerrou em Videira, no último domingo (21), a Mostra Internacional de Instrumentos de Tortura Medieval, promovida através de uma parceria entre a Prefeitura de Videira, Secretaria de Turismo e Cultura, Museu do Vinho Mário de Pellegrin e a Associazione Ricercatori Storici d’ Itália. A exposição estava aberta desde o dia 22 de outubro, na antiga Cantina Fernandes e recebeu um público de cerca de 5 mil pessoas, entre estudantes, professores e a comunidade em geral.
"Proporcionar meios de acesso ao conhecimento é a missão principal da nossa secretaria, ou seja, promover o acesso à cultura sob as mais diversas manifestações. A Mostra Internacional de Instrumentos Medievais de Tortura foi um exemplo prático do cumprimento desta missão. Além de proporcionar ao videirense a oportunidade de acesso a um acervo cultural disponível somente em museus europeus, a Mostra configurou-se também num interessante produto turístico, porque atraiu visitantes, especialmente estudantes, de toda a região Oeste. Estamos satisfeitos com os resultados e agradecidos aos parceiros que nos proporcionaram esta rica experiência", destaca Clemir Schmitt - Secretário de Turismo e Cultura.
A Mostra Internacional de Instrumentos de Tortura Medieval trouxe para Videira uma variedade de equipamentos medievais, todos originais, e que foram bastante usados para matar mulheres acusadas de bruxaria, traidores ou para castigar fofoqueiros. Entre as 40 peças de tortura, estiveram um esmagador de dedo polegar e o cinto de castidade para homens. Este último utilizado geralmente para evitar que escravos dos castelos praticassem estupros. Outro instrumento que chamou bastante a atenção foi a cadeira da inquisição, considerado o instrumento mais antigo da exposição, com mais de 800 anos. A cadeira era instrumento essencial em interrogatórios na Europa Central, até o ano 1846. O réu sentava-se nu, e, com o mínimo movimento, as agulhas penetravam-lhe o corpo, provocando efeitos terríveis.
Os objetos pertencem a Associazione Ricercatori Storici d’ Itália, uma associação histórica, criada em 1985, na cidade italiana de Veneza. As doações que formam o acervo são procedentes de vários museus medievais de toda a Europa. Caroline Martello - coordenadora do Museu do Vinho, que foi parceiro na concepção da Mostra de Tortura, reafirma a importância dessas parcerias para a democratização da cultura e disseminação da informação. “Dentro da nova proposta da Secretaria de Turismo e Cultura, os videirenses tem tido a oportunidade de conhecer e prestigiar a mais variadas formas de cultura. Mais de 30 peças de 8 museus do mundo passaram por aqui, o que mostra a importância do município no contexto cultural no estado de Santa Catarina, além da relevância que as instituições de memória (museus, memoriais, etc) tem para a sociedade seja em nível local, regional, nacional ou mundial, instigando os visitantes para reflexões em torno da vida" conclui.


terça-feira, 9 de novembro de 2010

Tudo se transforma em poesia.


   Foto: Letícia Oliveira

















BENDITO


Viva o vinho.
Com ele faço
crescer na taça
de cada dia
o jardim da paz
e os pomares
da alegria.



Alcides Buss 

PROCESSO SELETIVO CURSO DE MUSEOLOGIA - UNIBAVE

O Curso de Bacharelado em Museologia, do UNIBAVE, está com inscrições abertas para o Processo Seletivo 2011. As inscrições podem ser feitas pelo site www.unibave.net ou na secretaria do UNIBAVE até o dia 22 de novembro de 2010. Assim, tomamos a iniciativa de enfatizar as possibilidades que esta graduação apresenta.
O museólogo tem sua profissão reconhecida e regulamentada através de lei (Decreto 91.775 de 15 de outubro de 1985). A Museologia, como ciência aplicada, se apóia no tripé: pesquisa, preservação e comunicação. Desta forma, a atuação do profissional se estende para além dos museus conforme tradicionalmente conhecidos. Envolve instituições culturais e educacionais, públicas e privadas, centros de memória, empresas, planejamento e desenvolvimento de exposições, programas educativos e culturais, entre outras.
O Curso de Museologia do UNIBAVE foi reconhecido em 2007 (Parecer n° 353 e Resolução n° 106 de 20 de novembro de 2007, do Conselho Estadual de Educação e Decreto n° 1002, de 18 de dezembro de 2007). Essa informação pode ser acessada no site do INEP (www.educacaosuperior.inep.gov.br). O Conselho Regional de Museologia – COREM/ 5ª região (Paraná e Santa Catarina) já procedeu ao registro da maioria dos profissionais formados na primeira e segunda turma para o exercício de todas as prerrogativas legais.
Para melhor atender estudantes oriundos de outros municípios e regiões de Santa Catarina, o Curso de Museologia funciona em Regime Especial, isto é, com aulas às sextas-feiras à tarde e a noite e sábados nos períodos matutino e vespertino, além de aulas concentradas no mês de julho (na primeira e última semana do mês de julho, de modo a integralizar conteúdos e carga horária – 3225 horas-aula). O UNIBAVE dispõe de alojamento aos estudantes de outros municípios, mediante taxa de manutenção, contribuindo para a redução de gastos por parte do acadêmico.
Outro ponto positivo do Curso de Museologia do UNIBAVE é a oportunidade de conviver com estudantes de diversos municípios catarinenses, conhecendo a diversidade do campo museológico em Santa Catarina, representado pelas particularidades de cada município, tornando as aulas do curso um interessante espaço de trocas de experiências e soluções para problemas comuns.
Os acadêmicos da região Norte do Estado de Santa Catarina e litoral, possuem um fretamento que parte da região e vem diretamente ao campus universitário em Orleans, retornando ao final das aulas no sábado. Este transporte além de ser feito em tempo menor, representa economia aos estudantes, pois a tarifa é menor que a praticada nas linhas regulares. Esta experiência pode ser repetida por outras regiões catarinenses.
Após a aprovação no Processo Seletivo, o candidato portador de diploma de graduação pode solicitar aproveitamento de disciplinas, total ou parcialmente, reduzindo o número de créditos a cursar.
Neste seletivo, outra novidade é a oferta de bolsas de 50% (cinqüenta por cento) do valor da mensalidade para os acadêmicos que tenham renda mensal inferior a dois salários mínimos. Esta bolsa é para todo o curso. Além desta, existem outras possibilidades de bolsas ou de financiamento que podem ser conferidas no site do UNIBAVE www.unibave.net, e mais um desconto de 10% sobre o valor efetivo da mensalidade para os estudantes que fizerem o pagamento até o quinto dia útil de cada mês.
Lembrando a carência de profissionais museólogos para atenderem às demandas do sul do país – só em Santa Catarina temos cerca de 300 museus – esperamos que você se junte a nós e aguardamos a sua presença em 2011. Se desejar maiores esclarecimentos, entre em contato através dos telefones do UNIBAVE (48-3466-0192), pelos endereços eletrônicos museologia@unibave.net emauricioselau@yahoo.com.br ou ainda pelo celular 48-91073311.

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Museu do Vinho lança curso de Análise Sensorial de Vinhos e Espumantes

 A Secretaria Municipal de Turismo e Cultura de Videira em parceria com a Sociedade Amigos do Museu do Vinho Mário de Pellegrin (Samuvi), Instituto Federal Catarinense – Campus Videira, Fiesc e Sindivinho lançaram na última semana, uma excelente alternativa para o setor turístico e para o setor vitivinícola da região.


A partir de agora, o Museu do Vinho será palco de cursos mensais de introdução à Análise Sensorial de Sucos, Vinhos e Espumantes. A intenção é apresentar à turistas e ao público geral, as características que devem ser observadas na degustação dos produtos derivados da uva, possibilitando a ampliação do conhecimento e o desenvolvimento da sensibilidade visual, olfativa e gustativa. “Este é mais um produto turístico que iremos oferecer à quem visita nossa cidade. Temos certeza que essa parceria que firmamos com estes órgãos resultará em excelentes resultados para nosso município”, disse o secretário de Turismo – Clemir Schmitt, na abertura do evento, que também contou com a presença do prefeito Wilmar Carelli.



O curso inaugural ministrado pelo enólogo Amadeu Mazzola, foi oferecido à autoridades e à imprensa. Nas próximas semanas, será a vez de integrantes do trade turístico regional, conhecer a iniciativa. Neste dia, representantes de agências de viagens, hotéis, restaurantes, postos de gasolina e outros segmentos comerciais que atendem os turistas, conhecerão este novo produto. “Nossa intenção é que os participantes passem a apreciar ainda mais nossos vinhos e sucos, conhecendo suas características e a melhor forma de consumi-los”, aponta o enólogo.



Além da degustação para avaliar aspectos visuais, olfativos e gustativos dos produtos, o curso ainda aborda temas como as regiões produtoras de uva no país, os tipos de vinho produzidos, os teores alcoólicos de cada variedade, tipos de taça para degustação e saca rolhas, como servir as bebidas, a temperatura ideal, entre outros detalhes.



Evento também apresentou pesquisa sobre qualidade dos vinhos regionais



Durante o lançamento do curso de introdução à Análise Sensorial de Sucos, Vinhos e Espumantes, o enólogo Amadeu Mazzola e o coordenador de Extensão do Instituto Federal Catarinense – Campus Videira – professor Marcos Paladini, também apresentaram aos convidados, o resultado de uma pesquisa realizada pelo Sindivinho, Fiesc e IFC, com 23 empresas produtoras de vinho da região. Segundo os coordenadores da pesquisa, 14 técnicos que atuam dentro das empresas participantes avaliaram em “testes cegos”, as amostras de 8 variedades de vinhos regionais. 



Sem saber quais marcas estavam avaliando, o resultado final apontou que o vinho mais equilibrado, que conquistou melhor média, nos quesitos visual, olfativo e gustativo, foi o da variedade Casca Dura. Em segundo lugar ficou o Moscato, seguido do Branco Seco (3º), Niágara (4º), Tinto Seco (5º), Bordô (6º), Merlot (7º) e Cabernet Sauvignon (8º). 



Todos os resultados foram apresentados em gráficos e cada empresa participante receberá um relatório com seu desempenho. “Buscamos uma forma inovadora para avaliar nossa produção, ou seja, os próprios técnicos responsáveis avaliaram de forma imparcial, os produtos elaborados por eles, já que os vinhos foram apresentados com códigos. A partir de agora, entregaremos à cada empresa participante, um relatório com seu desempenho e a partir disso, elas poderão atuar para melhorar seus produtos”, explica Mazzola.





Silvia Angélica Palma
Assessoria de Comunicação PMV

sábado, 30 de outubro de 2010

Mais de 350 crianças participam do Projeto Coreto em Movimento

Um dia inteirinho dedicado às brincadeiras que fizeram parte da infância de muita gente. Assim está sendo o 4º Coreto em Movimento, que está acontecendo, nesta sexta-feira (29) em frente ao Museu do Vinho Mário de Pellegrin. Até o meio da tarde, mais de 350 crianças já haviam passado pelo local.

Segundo a coordenadora do Museu – Caroline Martello, este Coreto tem como objetivo, resgatar brincadeiras e brinquedos que não fazem mais parte do cotidiano das crianças contemporâneas. A iniciativa está demonstrando aos pequenos, que é possível se divertir com brincadeiras simples de antigamente, como: amarelinha, bolinha de gude, vai e vem, pipa, peteca, bilboquê, perna de lata, bambolê, peão, perna de pau, pula corda e pintura facial.

Caroline explica ainda, que para tornar o projeto ainda mais envolvente, todos os brinquedos utilizados durante o dia, estão sendo confeccionados, pelas próprias crianças, com material reciclado.

O projeto Coreto em Movimento é promovido pela Prefeitura de Videira, através da Secretaria Municipal de Turismo e Cultura e o Museu do Vinho Mário de Pellegrin.


Silvia Angélica Palma
Assessoria de Comunicação PMV
Fotos:Pedro Schaitel

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Coreto em Movimento - Brincadeiras Populares

A 4ª Edição do Coreto em Movimento, traz as brincadeiras populares como tema, neste mês que é dedicado especialmente às crianças. Amarelinha, bolinha de gude, vai e vem, pipa, peteca, bilboquê, perna de lata, bambole, peão, perna de pau, são algumas das brincadeiras que as crianças vão se divertir! 

Todos os brinquedos serão confeccionados pelas próprias crianças, com material reciclado.
VENHA BRINCAR NO MUSEU!

Novidades!

Museu do Vinho Mário de Pellegrin esta programando uma série de atividades para o mês de outubro, confira:



- Exposição Pioneiros da Uva e do Vinho - com sessão de filmes iatalinos para as escolas, até dia 14 de novembro na sala de Aitividades Temporárias;

- Curso de Degustação de Sucos, Vinhos e Espumantes - dia 28 de outubro, no porão do Museu do Vinho;

- 4º Edição do Coreto em Movimento - especial para as crianças, com brincadeiras populares, dia 29 de outubro, a partir as 9h.

e ainda:

Exposição Internacional de Instrumentos de Tortura Medieval, uma parceria entre A Associazione Ricercatori Storici d’ Itália, a Prefeitura Municipal de Videira, a Secretaria de Turismo e Cultura de Videira - vigência: 22 de outubro a 21 de novembro, na antiga Cantina Fernandez (ao lado do posto Scariot). 

NÃO DEIXE DE PARTICIPAR!

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Logo do Museu


O Museu do Vinho Mário de Pellegrin comemora no dia 12 de setembro, 25 anos de história e até então não possuia uma identificação visual própria. O concurso da logomarca do Museu do Vinho, foi lançado no mês de agosto devido a importância do museu ser reconhecido pela sua sociedade, por turistas e pelos gestores de todas as esferas administrativas através de algo que o represente enquanto instituição museológica (símbolo), além disso, o concurso quis envolver artistas e desenhistas do município explorando o talento e criatividade e valorizando a classe artística.

Dentro das 15 propostas recebidas, a logomarca escolhida foi a do designer, Alexandre Schermach.


O prêmio de R$800,00 será entregue ao vencedor no evento em comemoração aos 25 anos do Museu do Vinho e dos 79 anos da casa Canônica, no dia 11 de setembro, as 16h no porão de pedra do Museu do Vinho.















terça-feira, 10 de agosto de 2010

PROGRAMAÇÃO

O Museu do Vinho esta programando a terceira edição do projeto Coreto em Movimento. Esta edição terá com tema: Ritmos Brasileiros. A tarde do dia 05 de setembro contará com a apresentação da banda D. Chica (Joinville/SC), roda de capoeira, teatro e oficina de percussão.

Um pouco sobre a Banda DONA CHICA:


A banda se concentra na pesquisa de ritmos brasileiros como o côco-de-roda,
maracatu, baião, samba, samba-rock, pop-rock, dentre outros. A “Banda Dona
Chica” surgiu em novembro de 2008 com o intuito de enaltecer e divulgar a cultura e
a música popular brasileira, seus antigos e novos intérpretes e compositores. O
nome da banda é uma homenagem à Serra Dona Francisca de Joinville – SC.

PROJETOS 2010

Atualmente a banda trabalha na produção do seu primeiro CD contemplado
no Mecenato Municipal 2009, contando com a parceria de diversos compositores
residentes na cidade de Joinville como: Fabio Rivero, Tony Araújo, Serginho
Almeida, Mari Rebelo, Ana Paula da Silva e Jorge Pires.

FORMAÇÃO:
Rafaela Ventz - Vocal
Juninho Salves - Baixo, Violão e Backing Vocal
Bruno Bittencourt - Guitarra e Violão
Rafael Vieira - Bateria e Backing Vocal
Jacson Araujo - Teclado e Backing Vocal
Karla Reis - Percussão e Backing Vocal
Jonas Nascimento - Percussão e Backing Vocal

Confira: www.bandadonachica.com

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Concurso vai escolher logomarca para o Museu do Vinho Mário de Pellegrin




A Prefeitura de Videira, através da Secretaria Municipal de Turismo e Cultura, abriu no último dia 30 de julho, as inscrições para o concurso que vai escolher uma logomarca para o Museu do Vinho Mário de Pellegrin. A nova identidade visual será utilizada em diversas peças, tais como folderes, cartazes, impressos, banneres e outras iniciativas desenvolvidas pelo Museu.


Segundo a coordenadora do Museu- Caroline Martello, a proposta da logomarca deverá considerar, de forma abrangente, os aspectos peculiares da instituição, sua relação com a cultura e sua forma temática. Eses dados deverão ser traduzidos graficamente, resultando numa marca objetiva, clara e concisa, capaz de ser reconhecida e identificada pela comunidade externa e interna ao município de Videira.



A inscrição é gratuita e deverá ser feita em única etapa compreendendo a entrega do trabalho e a documentação, em dias úteis, no horário de 8h30 às 11h30 e das 14h às 17h, até o próximo dia 27 de agosto de 2010, na sede do Museu do Vinho Mário de Pellegrin, localizado na rua Padre Anchieta, nº 344, Bairro Matriz. O trabalho deverá estar acompanhado da ficha de inscrição e do termo de cessão de direitos do autor, cujas informações completas estão no edital, disponível no endereço eletrônico: www.videira.sc.gov.br .



Poderão participar do concurso pessoas físicas que comprovem residência, vínculo empregatício ou estudantil município de Videira, com idade mínima de 18 anos. A data de divulgação do deferimento das inscrições será no dia 1º de setembro e o resultado será divulgado no dia 8 de setembro, no site da Prefeitura. A entrega do prêmio, no valor de R$ 800,00 (oitocentos reais) será feita durante a cerimônia de comemoração dos 25 anos do Museu do Vinho Mário de Pellegrin e 79 anos da Casa Canônica, no dia 11 de setembro de 2010, às 16 horas, no Museu do Vinho.



Outros esclarecimentos sobre o concurso podem ser obtidos pelos telefones (49) 3566-6133 e 3566-1534 ou pelo email: museudovinho@yahoo.com.br



Silvia Angélica Palma

Assessoria de Comunicação PMV – Foto: Rafael Nórdio


quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Sucesso !


Videira recebeu na noite desta quarta-feira (4), no Centro de Eventos Vitória (Cevi), o reconhecido escritor, Júlio de Queiroz, radicado em Santa Catarina há vários anos. Queiroz escolheu Videira como o primeiro dos três municípios catarinenses, selecionados para o lançamento de suas mais recentes obras: a Seleta Literária: poemas Fractais; contos de Mala Pronta e crônica Disto e Daquilo. “Estou orgulhoso de estar nessa cidade que sempre me recebe com tanto carinho. Obrigada por prestigiarem este importante momento”, disse.
noite de autógrafos com o escritor Júlio de Queiroz foi realizada pela Secretaria de Turismo e Cultura de Videira em parceria com o Conselho Municipal de Cultura. Durante a solenidade Queiroz foi saudado pelo vice-prefeito Jorge Antonio Lopes Oliveira, que agradeceu o carinho do escritor para com o município. O homenageado da noite também recebeu uma série de presentes em agradecimento a doação de livros para o acervo da Biblioteca Municipal Euclides da Cunha, a visita ao Observatório Astronômico Domingos Forlin e por servir de inspiração para um quadro do artista plástico Renatho Borges.

Alunos da Escola Adelina Régis também homenagearam o escritor com um vídeo sobre sua trajetória e o coral Acrovi, fez a apresentação de algumas músicas. “Foi uma noite muito bonita. Apenas três municípios de Santa Catarina foram escolhidos para o lançamento das obras do autor, e dentre eles Videira teve a honra de recebê-lo. Com essa iniciativa, nosso município passa definitivamente a integrar o circuito literário catarinense”, diz “Apenas três municípios de Santa Catarina foram escolhidos para o lançamento das obras do autor, e dentre eles Videira terá a honra de recebê-lo no mês de agosto. Com essa iniciativa, nosso município passa a integrar o circuito literário catarinense”, diz o secretário de Turismo e Cultura – Clemir Schmitt.
O secretário conta ainda que para incentivar o hábito da leitura e difundir a obra do escritor, as oito escolas municipais e as escolas estaduais de Videira, além da Biblioteca Municipal Euclides da Cunha, ganharam a seleção literária de Júlio de Queiroz. Por uma vontade do autor, o dinheiro arrecadado através das vendas dos livros, na noite de autógrafos, será revertido ao Lar Bom Samaritano.
A seleta literária de Julio de Queiroz é um projeto concebido através do Edital Elizabete Anderle de Estímulo à Cultura, da Fundação Catarinense de Cultura e do Governo do Estado de Santa Catarina.

O Autor
Júlio de Queiroz nasceu em 18 de fevereiro de 1926 em Alegre – Espírito Santo e em é formado e filosofia. Possui 21 publicações e 12 participações em Antologias. Participa da Academia Catarinense de Letras (cadeira 10), Academia Catarinense de Filosofia (cadeira Anselmo de Cantuária), Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina e Academia Sul-Brasileira de Letras. Já recebeu quatro prêmios por suas obras, além de ter vários contos e poemas que foram transformados em encenações.